24/01/17

...

tinha uma encomenda para mandar por correio, cabia numa caixa L (sim, hoje descobri que as caixas dos correios têm medidas como a roupa...), mas esse tamanho estava esgotado e tive de comprar uma caixa XL.
...
...
aproveitei o espaço que sobrava para mandar mais um xi-coração.

23/01/17

...

colega - estás bem hoje, com cores saudáveis na cara!
...
...
(ora vamos lá a ver: o meu estado saudável e normal é translúcido-fantasmagórico, com um tudo-nada de blush para disfarçar. este meu estado aparentemente saudável costuma ser indício de que algo vai mal.)
...
...
rita - obrigada...

21/01/17

...


«observa e absorve inquieto», era o que dizia na base de um dos painéis de azulejos.
...
...
num olhar crítico, diria que as torres do técnico, avistadas da senhora do monte, são mesmo inquietantes.

20/01/17

...

às vezes sente-se um aperto no peito. é uma mistura de sufoco, com dor, com susto, com estranheza, com a esperança que não haja uma libelinha em desespero para se libertar, rasgando a garganta da pessoa.
...
...
ou então uma rapariga está apenas cansada e com a imaginação a fazer horas extraordinárias. passa com um chá e descanso.

18/01/17

...

operações de limpeza que convém fazer com frequência: apagar da memória do telemóvel as fotografias de momentos que se revelaram más ideias e das receitas que nunca vou experimentar a confecionar.

17/01/17

...

aqui há anos, era eu uma criança encantadora, passou na televisão uma peça de teatro em que uma personagem quando estava contrariada com a vida e a precisar implicar com alguém, ligava para companhia de telefones e perguntava pela chamada que tinha pedido para madrid. obviamente não tinha pedido nenhuma chamada, era só uma oportunidade para implicar com alguém que não era dos seus contatos pessoais.
seguindo este sábios ensinamentos, ando há dias a mandar mensagens de correio eletrónico de reclamação. em articulado.
...
...
hoje acolheram os meus argumentos (não devem apreciar receber mensagens em articulado). tenho de arranjar um outro motivo para implicar à distância. de preferência com alguma razão.

16/01/17

...

no metro, à minha frente, um homem muito aperaltado lia um livro de antónio lobo antunes, enquanto roía nervosamente as unhas da mão direita, e eu dei por mim a pensar que as capas de livros em que o nome do autor está impresso em letras tão maiores do que o título da obra é coisa que me faz confusão.