30/09/16

...

o comboio costumava ser o meu meio de transporte preferido para grandes distâncias, calculo que tal se deva à sua ausência na ilha natal e ao facto de me esquecer com frequência que o metropolitano também funciona com comboios, embora passem a maior parte do tempo debaixo de terra. 
enfim, tinha-me esquecido que ainda balança um bocado, o que torna a leitura mais difícil. 
aparentemente, não prejudica o uso de telemóveis e tablets, que se multiplicam à minha volta. 
... 
...
e confirmo a minha dúvida sobre não compreender como as pessoas conseguem fazer viagens inteiras com aparelhos digitais com cores fortes e em movimento à beira do nariz. vou postar sem mais só por estar zonza de escrever estas linhas.

29/09/16

...

às vezes acho que as pessoas que não me levam a sério por que ainda faço referências às aventuras da luluzinha e seus amigos, sem confundir com as da mônica e seus comparsas, ou com as do charlie brown e restantes, snoopy incluído.
...
...
e ainda sei a musiquita do dartacão de cor e a corrida do genérico dos desenhos do tom sawyer.

nunca vi vantagem em apagar da memória as informações mais úteis que me sobram da infância.

28/09/16

...

rita:
- não vamos querer mais nada, agradecia-lhe a conta.

empregado de leste no restaurante vegetariano onde fui almoçar legumes com legumes, com uma gargalhada:
- agradece para me pagar? vou já buscar a conta!

assim se conclui que o senhor domina bem os conceitos em português, põe em causa as fórmulas de cortesia usadas e ainda o faz com uma boa disposição invejável.
não fosse eu uma grande adepta do consumo de carne e até lá iria com mais frequência.

27/09/16

...

tudo depende do enquadramento:

ou: pese embora tenha frequentado a aula de body balance ontem ao final da tarde, hoje acordei com dor de cabeça (a qual, educadamente, fez questão de me acompanhar durante todo o dia).

ou: apesar de ter frequentado a aula de body balance ontem ao final da tarde, hoje acordei com dor de cabeça (a qual, educadamente, fez questão de me acompanhar durante todo o dia).

ou: isto é tudo igual ao litro, tenho destas* dores de cabeça desde pequena e tentar esticar o corpo só me faz bem.



*causadas por cansaço e sono de fraca qualidade, acho eu.

26/09/16

...

não me importo que me mintam. uma boa mentira, repetida à exaustão, torna-se verdade e, a maior parte das vezes, a imaginação é muito melhor que a realidade.
já me irrita que descubra a mentira. não ter habilidade na invenção é altamente censurável.
imaginação para criar uma nova situação a partir do vivenciado e habilidade a mantê-la, a uma distância de segurança, podem ser socialmente engraçadas e aceitáveis.

muito pior são as omissões ou as reservas mentais.
contar só uma parte da história para induzir a pessoa numa direção pela qual nunca seguiria se estivesse em posse de toda a informação é inaceitável.

...
estarei aparentemente incongruente ou a precisar de um retiro silencioso?

25/09/16

...

ando em busca de inspiração, com um prazo para cumprir e uma lista de coisas a fazer antes de dezembro.
a lista é parte de mim, uma entidade mutável consoante os meus humores, por isso, é melhor permanecer por escrever. não sei o que me assustaria mais, se ler os meus maus humores, se ler os bons.
...
ou escrevê-los e vê-los a ganhar forma. no fundo, ver compromissos escritos, ainda que comigo própria.

24/09/16

...

na televisão, uma senhora explica que, apesar de estar a fazer a vindima, nunca experimentou vinho.
...
...
ia fazer um comentário sarcástico, mas depois lembrei-me que se a vida me tivesse posto a trabalhar numa fábrica de tabaco, eu também teria de dizer que nunca fumei. acabei por me sentir solidária com a senhora da vindima.